DESTAQUE

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

ABBA sempre ABBA!



O nome "ABBA" é um acrônimo formado pelas primeira letras de cada membro (Agnetha, Björn, Benny, Anni-Frid). 

O quarteto se formou em Estocolmo em 1972, mas só tiveram fama internacional depois de vencerem a edição de 1974 do Festival Eurovisão da Canção. Desde então, o ABBA ganhou popularidade empregando ritmos cativantes em suas canções, com letras simples e um som único, caracterizado pela harmonia das vozes femininas e da técnica wall of sound, efeito criado pelo produtor musical Phil Spector. Björn e Agnetha se casaram meses antes da formação do quarteto, enquanto Benny e Frida se casaram apenas em 1978; os quatro lidaram com obrigações artísticas ao mesmo tempo em que se ocupavam com suas novas famílias. Suas gravações tiveram um impacto comercial, fato que levou o grupo a tornar-se o artista mais bem sucedido da gravadora Universal Music Group, e ser a banda que mais vendeu discos em 1970.

O grupo experimentou um declínio comercial que provocou a decisão do fim do grupo, de modo que em dezembro de 1982 ocorria a última aparição do quarteto. Depois de um tempo fora do interesse público, na década de 1990 foram lançados vários álbuns de compilação que possibilitaram o retorno do grupo ao topo das paradas.

Atualmente, o ABBA é considerado um dos grupos de maior sucesso do mundo, com vendas estimadas entre 180 e 400 milhões em todo o mundo. Suas canções foram interpretadas por vários artistas, além de serem a base do musical Mamma Mia!

Últimos momentos (1981-1982) 

O último álbum de estúdio do ABBA, The Visitors, de 1981, mostrava uma maturidade maior nas composições e também uma seriedade maior nos temas tratados, apesar da qualidade musical permanecer a mesma. Além da faixa título "The Visitors", que citava comunismo na União Soviética, as canções falavam sobre envelhecer, perda da inocência, um pai que observa seu filho crescer e outros assuntos semelhantes. As melodias e os arranjos ainda eram contagiantes, mas a mudança de estilo se refletiu numa queda nas vendas. 

O último compacto de grande sucesso mundial foi "One Of Us", que explodiu em dezembro de 1981.

Embora a imagem do grupo nessa época fosse a de uma banda em declínio, o ABBA ainda atraia grandes multidões, principalmente na Europa, e até poderia ter seguido em frente se não fosse a tragédia pessoal da banda. Agora os dois casais estavam divorciados, situação que se reflectia em canções como "The Winner Takes It All" e "One Of Us".

No verão de 1982 os integrantes da banda se reuniram para gravar um novo álbum, mas acabaram se decidindo pelo lançamento de um álbum duplo com todos os sucessos. Foram incluídas apenas duas novas canções, "Under Attack" e "The Day Before You Came", a última canção gravada em conjunto pelo ABBA.

O disco duplo The Singles - The First Ten Years chegou ao primeiro lugar nas paradas de discos inglesa e também foi um sucesso mundial. Outras duas faixas foram gravadas no mesmo ano, "I Am The City" e "Just Like That". Apesar das gravações terem sido finalizadas, somente "I Am The City" foi lançada comercialmente, em uma coletânea de 1993. E apesar dos insistentes pedidos dos fãs, Björn e Benny ainda não se decidiram a lançar "Just Like That".

À medida que os integrantes começaram a buscar novos projetos, o grupo foi gradualmente se afastando definitivamente. Benny e Björn colaboraram com Tim Rice na composição do musical Chess. Agnetha e Frida partiram para carreiras-solo.


Fonte: Wikipedia


Grandes Sucessos: Mamma Mia, Super Trouper, Take A Chance On Me, I Have A Dream, Chiquitita, Fernando, The Winner Takes It All (ganhou versão gospel na voz de Wanderley Cardoso), Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight)  e a clássica Dancing Queen. 



POR ONDE ANDA OS A.B.B. A?

ANNI-FRID LYNGSTAD (FRIDA) (Ballangen, Noruega, 15 de novembro de 1945) - Em 2010, Frida (chamada "a ruiva") grava o hino gospel Morning Has Broken para o álbum Reconnection, de Georg "Jojje" Wadenius, que trabalhou com músicas infantis e artistas consagrados da Suécia. Uma rádio sueca exibiu a música no dia 15 de setembro de 2010, antes do lançamento oficial em outubro. Porém, com a exibição, a música já no dia 16 de setembro estava no site de vídeos Youtube, e em 2 dias alcançou cerca de 3000 visualizações.

BJORN ULVAEUS (Gotemburgo, 25 de abril de 1945) - Björn tem-se envolvido profundamente com musical Mamma Mia!, musical este baseado em canções do ABBA. O show abriu em Londres e Inglaterra em abril de 1999, e, desde então tem sido um grande sucesso. O musical Mamma Mia! foi transformado em um filme, que estreou em julho de 2008.

BENNY ANDERSSON (16 de Dezembro de1946) - É o único que ainda trabalha com música. Sua banda, Benny Anderssons Orkester, gravou quatro álbuns, o último deles em 2007, ao vivo. No repertório, canções originais, folk sueco, sucessos americanos e, eventualmente, músicas do ABBA. Produziu a música de “Mamma Mia”, inclusive tocando piano nas versões gravadas para o filme.

AGNETHA FALTSKOG (Jönköping, 5 de abril de 1950) - Em 13 janeiro de 2012, Agnetha compareceu a ELLE Galan 2012 no Grand Hotel em Estocolmo para receber o Prêmio de Lenda da Moda ELLE. Atualmente, vive em Estocolmo em sua fazenda, junto de sua filha, seu genro e dois netos.


0 comentários:

Postar um comentário