DESTAQUE

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Por Onde Anda? (Edição Especial)




Freddy Allan - Ele ficou conhecido no ‘Castelo Rá-Tim-Bum’ como Zequinha. Ele fez algumas participações em programas de TV e hoje trabalha como ator no teatro.


Ludwika Paleta, a Maria Joaquina de ‘Carrossel’. A atriz que fazia a riquinha estudante da Escuela Mundial se tornou um mulherão. Ela segue na carreira de atriz, fazendo novelas. Casou-se, teve um filho, e separou-se depois de 11 anos de casamento.


Igor Lage, o John Lennon de ‘Top Model’. O caçulinha da família de Garpar Kundera cresceu e, hoje, com 30 anos, segue batalhando na carreira de ator.

Henrique Farias, o Ringo Starr de ‘Top Model’. O ator que fazia um dos filhos de Gaspar Kundera deixou a carreira na TV e, hoje, aos 35 anos, está casado e virou um advogado trabalhista.


Beatriz Bertu, o bebê de ‘Bebê a bordo’. Aos dez meses, ela fez sucesso como a Heleninha na novela de Carlos Lombardi; hoje, aos 22 anos, ela retomou a carreira de atriz na peça ‘Cinema’, de Felipe Hirsch.


Vímerson Cavanilas, o Tob do Balão Mágico. Hoje em dia o ex-parceiro de Simony, Mike Biggs e Jairzinho é ator de teatro.



Soleil Moon Frye - Na verdade, de todas as atrizes sumidas, a eterna Punky Brewster, Soleil Moon Frye, é a mais presente. Seu único momento longe da carreira artística aconteceu entre os anos de 2007 e 2008 devido ao nascimento de sua segunda filha, Jagger Joseph Blue Goldberg. Você pode não lembrar de tê-la visto em nenhuma série ou filme ultimamente (seu último personagem de destaque foi na série Sabrina Aprendiz de Feiticeira ), mas isso tem uma razão muito simples. Na última década, Soleil tem se dedicado à carreira de dubladora em desenhos animados. Para quem estiver curioso sobre a sua vida pessoal, indico o documentário “Sonny Boy” sobre sua conturbada relação com o pai que sofre de Alzheimer. 


Lou Ferrigno - Com toda certeza esse é o ator desaparecido mais aparecido dessa lista. O Sr. Lou Ferrigno ficou famoso como o Gigante Esmeralda na série setentista O Incrível Hulk e desde então vive da fama desse personagem em aparições em eventos, feiras e pontas em filmes de super-heróis. Depois de abandonar a carreira de fisioculturista e quando já não conseguia mais tantos papéis no cinema, o ex-Hulk se tornou delegado do Departamento de Xerife no condado de Los Angeles trabalhando principalmente como orador, ajudando a manter crianças longe das drogas e das gangues locais. Além disso, em junho de 2009 ele foi contratado como personal trainer do cantor Michael Jackson que acabou morrendo 20 dias depois. Para acompanhar sua carreira, o site oficial apresenta não somente informações sobre o ator, mas também uma loja com produtos de todos os tipos. Outra boa pedida é o twitter oficial que mostra um lado mais divertido do eterno Hulk.


Gene Wilder -  na verdade Jerome Silberman nasceu em 11 de junho de 1933,em Milwaukee. É um personagem singular da comédia americana e com o tempo, foi incorporado ao time de Mel Brooks, fazendo comedias antológicas - Banzé no Oeste e O Jovem Frankenstein, as duas de 1974.

Seu personagem mais conhecido é Willy Wonka, da primeira versão do A Fantástica Fábrica de Chocolate em (1971), dirigido por Mel Stuart e que se transformou num dos maiores clássicos da Sessão da Tarde.

Em sua carreira, recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por sua atuação no filme Primavera Para Hitler em 1969 e de Melhor Roteiro Adaptado por O Jovem Frankenstein em 1975.

Infrentou grandes problemas com sua esposa Gilda Radner, a atriz por quem ele era apaixonado. Gilda morreu de câncer, Gene surtou e parou com o cinema. Gilda desenvolveu uma relação de ódio com Gene na sua fase terminal. Beijava qualquer estranho que a visitasse no hospital, tinha palavras de carinho para todas as pessoas, mas o anjo virava demônio quando ficava sozinha com ele. Não admitia ser tocada por Gene, agredia-o, daí o título do livro em que o viúvo exorciza essas lembranças, lançado em 2005 - Kiss Me Like A Stranger. Desde então, Gene tem se dedicado à carreira de escritor. 

Em abril de 2008, ele lançou em Nova York o livro “The Woman Who Wouldn't”, que traz a fictícia história do violinista Jeremy, que no início do século XX faz tudo para conquistar uma mulher. Com o mesmo penteado, mas bem envelhecido, ele não planeja voltar às telonas. "Os scripts que recebo são na maioria bobagens que os produtores pensam que posso transformar em algo engraçado. Não posso", afirma.




Fontes:
Veja mais na fonte: Gostei Disso



3 comentários:

Anônimo disse...

I simply couldn't leave your web site before suggesting that I extremely enjoyed the usual information an individual supply on your visitors? Is gonna be back incessantly to check out new posts

my page john carroll university

Anônimo disse...

There's certainly a great deal to know about this topic. I love all of the points you've
made.

Also visit my page :: local real estate offices ()

Anônimo disse...

Everyone loves what you guys are usually up too.
This type of clever work and exposure! Keep up the great
works guys I've added you guys to
our blogroll.

Look at my webpage: moving and storage ()

Postar um comentário