DESTAQUE

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Adeus ao Chaves (29/11/2014)


El Chavo del Ocho (no Brasil: Chaves), mais conhecido como El Chavo, é uma série de televisão humorística mexicana criada e estrelada porRoberto Gómez Bolaños, exibida originalmente entre 20 de junho de 1971 e janeiro de 1992. O enredo gira em torno das aventuras e atribulações de Chaves, um órfão humilde que mora dentro de um barril, e dos outros moradores de uma vila suburbana fictícia.
A série tem suas origens em 20 de junho de 1971, onde apareceu como um esquete do Programa Chespirito, produzido pela Televisión Independiente de México e transmitido no canal 8 do México. Em 1972, o canal transforma-se na Televisa e El Chavo se tornou uma série semanal com duração de meia hora. O programa foi encerrado em 14 de janeiro de 1992.
Em 2011, o programa completa 40 anos ininterruptos de exibição na televisão. Em julho de 2011 a série ganhou uma homenagem no Festival SBT 30 anos, onde foi desvendado o mistério dos famosos episódios perdidos, que não foram exibidos por falhas tecnicas nas fitas, deixando os fãs com a expectativa de o SBT remasterizar os episódios e apresentar na programação.


Sinopse

A série conta a história de um garoto órfão e muito humilde, que é conhecido simplesmente como "El Chavo del ocho" (no Brasil, "Chaves"). O garoto vive na periferia de uma grande cidade, e seu "esconderijo" é um barril localizado no pátio principal da vila de classe média baixa onde passa todo o seu dia, porém ele reside no número 8, com uma pessoa não revelada. Lá, ele deve conviver com os particulares moradores e vizinhos, com os quais sempre está envolvido em divertidas situações. A sitcom tem crítica social e mostra em forma de comédia a convivência com os vizinhos, satirizando atitudes dos seres-humanos com piadas rápidas e inteligentes durante cada episódio. Segundo o criador, produtor e intérprete da série (Roberto Gómez Bolaños), no O Diário do Chaves (lançado em 2006), o garoto havia fugido de um orfanato do qual a mãe o havia deixado bem pequeno, já que lá não se sentia feliz. Foi então que encontrou uma "vila", e uma senhora sozinha, muito idosa, o abrigou no apartamento número 8, junto a ela. Mas logo ela faleceu e Chaves teve que ser despejado, passando a viver então dentro do Barril. Mas para todos, continuava dizendo que morava no apartamento 8. Somente com o lançamento desse livro foi revelado este "enígma" da série.

Elenco e personagens


Final trágico alternativo

Roberto Gómez Bolaños afirmou numa visita à Lima, no Peru, em 2008, que pensou em terminar a série El Chavo del Ocho num episódio em que Chaves morreria atropelado na tentativa de salvar uma criança, mas foi desencorajado por sua filha.
CURIOSIDADES
O nome original de Chaves em espanhol é "El Chavo". A palavra "chavo" é uma gíria que, no México, significa "menino", "garoto" ou "moleque". Também pode ser usada no feminino, como "chava", para se referir a uma menina. Mas como no Brasil esse termo não existia, e o nome "Chavo" soaria estranho na dublagem em português, o personagem ganhou o nome de "Chaves" na dublagem brasileira, por ser um sobrenome bastante comum. Na série original os moradores da vila sempre chamam o Chaves de "el Chavo" e nunca dizem o verdadeiro nome. Por isso, em várias cenas, quando alguém pergunta qual é o nome do Chaves, a resposta dele sempre é interrompida por outra pessoa que aparece falando ao mesmo tempo. Na dublagem em português, essas cenas perdem um pouco do sentido, devido à existência do nome do Chaves. Na canção "Que Bonita Vecindad" (mais tarde traduzida como "Que Bonita Sua Roupa") tem um verso em que o Chaves faz suspense quando vai dizer o seu nome, mas acaba não dizendo: "Mi nombre es… el Chavo / Toda mi ropa es un autentico remiendo". O verso foi adaptado como "Eu sou o famoso Chaves / Todos dizem que minha roupa é remendada".

O carro de Seu Barriga, que aparece em alguns episódios, é uma Volkswagen Brasília, modelo de fabricação brasileira mas que também foi fabricado no México.

video
video
video
video

1 comentários:

taina nana disse...

amo chaves só que to curiosa pra ver chiquinha no orfanato

Postar um comentário